MRV inaugura usina solar e vai vender energia

Empreendimento terá capacidade de gerar 1 milhão de quilowatts/hora, o suficiente para abastecer uma cidade de 25 mil habitantes por um mês

Por Cristiane Pinheiro

A MRV, maior construtora da América Latina, vai inaugurar sua primeira usina de energia solar que terá capacidade de 1 milhão de quilowatts/hora, o suficiente para abastecer uma cidade de 25 mil habitantes, por um mês. Localizada em Uberaba, no triângulo mineiro, a ideia é usar essa energia para abastecer a própria operação, mas a MRV tem planos ambiciosos para esse novo negócio: pretende vender a energia.

A usina de Uberaba estará conectada à rede da Cemig, distribuidora de energia que atende o estado de Minas Gerais. Dessa forma, será possível entregar a eletricidade renovável em qualquer lugar. Nesse modelo, os proprietários de imóveis construídos pela MRV também podem comprar a energia por meio de cooperativas, obtendo um desconto na conta de luz.

Com um investimento de R$ 3,4 milhões e retorno em três ou quatro anos, a empresa pretende economizar R$ 800 mil ao ano. A inauguração deve ocorrer no próximo ano, sendo uma em Lapão, na Bahia, e outra em São José dos Pinhais, no Paraná. Com isso, a capacidade de geração será suficiente para abastecer uma cidade de 30 mil habitantes, por um ano. “Consideramos até vender o excedente para terceiros”, comentou Raphael Lafetá, diretor de sustentabilidade da construtora.

A ideia de construir a própria usina é porque a companhia entendeu que faltavam projetos de grande porte nesse setor. “Quando tomamos a decisão, não havia fazendas solares grandes o suficiente”, afirmou Lafetá. Com a disponibilidade de energia limpa e barata, a MRV pretende repensar o uso da eletricidade nas obras, trocando o diesel pelas baterias.

A opção pelo diesel se dá pela mobilidade e pelo custo da energia. O segundo obstáculo é contornado com a geração solar, já o primeiro depende do desenvolvimento de novos equipamentos. “Vamos provocar nossos fornecedores para que desenvolvam soluções a baterias”, diz o executivo. “Podemos pensar, por exemplo, em empilhadeiras e betoneiras elétricas.”

Essa não é a primeira vez que a MRV se envolve em projetos de energia solar. Desde 2017, a construtora vem instalando painéis solares em seus empreendimentos. Já são mais de 2,5 mil unidades habitacionais abastecidas por painéis solares, o que significa uma economia de mais de 1 milhão de reais para os moradores. Até este ano, foram investidos 800 milhões de reais no programa.

A MRV é a maior construtora da América Latina e investe, permanentemente, no aprimoramento e na gestão da qualidade de seus produtos. Ao longo de sua existência, a empresa sempre esteve sintonizada com o mercado e suas melhores práticas, além de priorizar sempre as necessidades de seus clientes. Assim, a MRV conquistou duas importantes certificações em 2014: a ISO 14.001, que estabelece padrões rigorosos na gestão de meio ambiente e a OHSAS 18.001, que estabelece padrões rígidos na gestão de segurança e saúde das empresas.

Desde 1979 no mercado imobiliário, a MRV é a maior construtora do país no segmento de imóveis para a classe média e média baixa, além de ser a única que oferece casas e apartamentos em mais de 160 cidades do Brasil.

Orçamento aqui!